A Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO) ainda não quitou sua dívida de 2018 com as Organizações Sociais (OSs) que administram os hospitais do Estado. Os repasses financeiros atrasados somados chegam a R$ 188 milhões. O governo diz que os pagamentos dependem do reequilíbrio financeiro das contas do Estado. Os tamanhos dessas dívidas variam bastante entre as unidades....

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários