Engajados no movimento que busca a sustentabilidade no consumo e a diminuição da geração de resíduos sólidos, estabelecimentos comerciais de Goiânia adotam, aos poucos, mudanças na aquisição e na oferta de produtos para os clientes. Na maior parte dos casos, o esforço se reflete, principalmente, no canudo de plástico, objeto encarado, atualmente, como o grande vilão ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários