O sistema de Informática da Secretaria Estadual de Educação de Goiás (Seduc) permitia que dados da folha de pagamento e do quadro de funcionários fossem alterados sem identificar o servidor responsável pela alteração. Segundo o subsecretário de Governança Institucional da Seduc, o coronel Avelar Lopes de Viveiros, havia um comando que permitia deletar o registro de q...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários