O imunizante desenvolvido pela empresa americana Moderna, em parceria com o Instituto Nacional de Saúde dos EUA, se tornou o segundo a receber autorização para uso na União Europeia, nesta quarta-feira (6). A expectativa é que a aprovação destrave parte dos gargalos que têm dificultado a vacinação em massa no continente europeu, iniciada no final de dezembro. Embora...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários