No dia 3 de novembro deste ano, os relógios seriam adiantados em 1 hora, no entanto, em abril o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que regova o horário de verão. Segundo o presidente a medida segue estudos que analisaram a economia de energia no período e como o relógio biológico da população é afetado. 

O horário de verão foi criado com a finalidade de economizar energia e aproveitar os meses mais quentes do ano, quando os dias são mais longos. A medida foi adotada no Brasil pela primeira vez em 1931 e com caráter permanente a partir de 2008. O presidente afirmou no seu twitter no início de abril: "decidimos que não haverá Horário de Verão na temporada 2019/2020"

Vote: