O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) condenou a Cooperativa de Transportes do Estado de Goiás (Cootego) a pagar indenização no valor de R$ 30 mil a uma mulher que sofreu acidente no interior de um ônibus, em outubro de 2016. A empresa também deverá pagar pensão vitalícia de dois salários mínimos, referente a todos os meses em que a vítima deixou de trabalhar. Conforme inform...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários