Mesmo golpeada no pescoço a grávida Luciene Maria de Souza, 37, conseguiu escrever na mesa de uma lanchonete em Anápolis, o nome do homem que a feriu, Marcondes. Foi por este motivo que policiais militares conseguiram prender a poucas quadras do local o suspeito de agredir a mulher que não sobreviveu ao ferimento. O caso aconteceu na madrugada desta terça-feira, 21, n...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários