Preconceito é um sentimento que os goianienses conhecem bem. Ele foi um dos traços marcantes da tragédia que se abateu sobre Goiânia quando a cápsula de césio 137 foi arrebentada à força propagando radioatividade pela capital. O episódio, há mais de 32 anos, ainda está presente na memória coletiva. E voltou à tona esta semana quando o ministro chefe da Casa Civil, Ony...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários