A situação epidemiológica na pandemia de coronavírus (Sars-CoV-2) nas principais cidades turísticas de Goiás ainda não apresentou uma piora significativa desde o feriado da Independência, no último dia 7. Doze dias após a data festiva que gerou aglomerações nos municípios como Pirenópolis, Caldas Novas e Aruanã e chamou a atenção das autoridades sanitárias, a frequência d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários