O dono do Instituto Goiano de Oncologia e Hematologia (Ingoh), Edmo Dias Pinheiro, teve que devolver R$ 167,4 mil ao Instituto de Assistência dos Servidores do Estado de Goiás (Ipasgo) por consultas não realizadas. Consta no processo da Operação Metástase, deflagrada em dezembro do ano passado, que os valores repassados a Edmo foram por consultas realizadas entre 2016 e 2018, mas ele havia deixado os consultórios dois anos antes. Depois ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários