Assembleias de professores decidiram pelo fim da greve nos campi da Universidade Estadual de Goiás (UEG) de Uruaçu e Itapuranga na última segunda-feira (22). A paralisação começou no dia 13 de março e completa 41 dias hoje. Outras duas unidades que fazem parte do movimento, em Itumbiara e a Escola Superior de Educação Física (Eseffego) em Goiânia, estão funcionando pa...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários