Na manhã desta quinta-feira (25), o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) deflagrou operação contra dirigentes da Organização Social (OS) dos Lagos Rio por suspeita de desvios de mais de R$ 9 milhões na gestão de hospitais daquele Estado. A OS também é responsável pela gestão de unidades de Saúde em Goiás, como a recém-inaugurada Policlínica de Posse e o Hospital d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários