TJ cassa decisão que mandou nomear escrivã

A 6ª Câmara Cível do TJ-GO reformou decisão do Juízo da 4ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiânia que havia reconhecido o direito à nomeação, na condição de aprovada em concurso público, de uma escrivã de cartório que respondeu, durante mais de 30 anos, por uma serventia judicial não estatizada…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários