“O juiz não pode estar distante do cidadão”

Em sua passagem por Goiânia, ontem, para o início da inspeção ao Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), o corregedor nacional da Justiça, ministro Humberto Martins, cobrou posição mais célere por parte dos juízes. “Sempre digo que o cidadão é o nosso patrão, a imprensa divulga aquilo que ela ouve, e…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários