Carlos Roberto Nascimento dos Santos, de 43 anos, foi preso pela Rotam durante a noite desta quarta-feira (27), suspeito de falsificar e vender diplomas de cursos superior, médio e técnico, de universidades públicas e particulares de Goiás e de outros Estados. Ele foi preso no Setor Pedro Ludovico, na capital. 

De acordo com a polícia, há pelo menos cinco meses Carlos era investigado pelo crime de falsificação de documentos. 

O suspeito tinha um escritório de dedetização que era usado para imprimir os diplomas falsificados. Os documentos eram vendidos por preços entre R$ 150,00 e R$ 800,00. Segundo a Rotam, foram apreendidos carimbos, celulares, um computador e papéis em branco que seriam usados para falsificar mais diplomas. A polícia vai investigar quem seriam os compradores dos documentos falsificados.