O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse nesta quarta-feira (31) que o objetivo do governo ao reduzir de 25% para 20% o percentual de adição do álcool anidro à gasolina teve como objetivo garantir o abastecimento do mercado interno. Segundo Lobão, a decisão foi tomada, também, porque o governo estava convencido da necessidade de segurar os preços do eta...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários