Quando máquinas para demolição levaram a baixo as paredes das últimas casas da ocupação no Setor Parque Oeste Industrial, há 15 anos, um drama acompanhado pela população e pela imprensa durante nove meses teve uma pausa. Erguidas pela primeira vez em maio de 2004, em uma área particular daquele bairro, as simples barracas logo se multiplicaram e depois deram lugar a c...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários