A defesa do servente de pedreiro Hian Alves de Oliveira, de 18 anos, fez uma petição nesta terça-feira (11) para que o inquérito que apurou o homicídio de Danilo de Sousa Silva, de 7 anos, que já está com o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), volte para a Polícia Civil. O intuito é fazer com que Hian seja ouvido novamente e o novo depoimento seja incluído...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários