A defesa do padre Robson de Oliveira Pereira entrou com um pedido de destruição de todas as provas coletadas pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) no que diz respeito às investigações que envolvem suspeitas de desvios de recursos da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), entidade presidida até o dia 21 de agosto pelo religioso. No dia 6 de outubro, a 1ª Câmara Crim...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários