O primeiro paciente do Hospital de Campanha Para o Enfrentamento ao Coronavírus (HCamp), em Goiânia, recebeu alta e enquanto aguardava o transporte que o levaria de volta para Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, gravou um vídeo. Na filmagem, Paulo Alves de Souza, de 72 anos, conversa tranquilamente com uma profissional da unidade. Ao ser questionado sobre qual mensagem deixaria ele pediu a todos que “cuidem-se”. Ele já foi embora.

No vídeo, Paulo fala seu nome completo e a idade. Ele elogiou toda a estrutura, o atendimento, a alimentação e os profissionais. “Os profissionais são de primeira categoria. Eu estou maravilhado, estou indo embora igual à música Rindo à Toa. Tudo que eu precisei me deram”, afirmou.

Paulo é o marido da mulher de 66 anos que foi a primeira vítima do novo coronavírus (Covid-19) em Goiás. Ele foi transferido para o HCamp na última quinta-feira (26) em estado regular, consciente, verbalizando e respirando com ajuda de oxigênio. O idoso foi transportado de Luziânia pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e internado na Unidade Crítica do hospital, onde recebeu cuidados multiprofissionais, assistência psicológica e atendimento com a equipe de fisioterapia.

Dois dias depois em 28 de março, Paulo deixou a Unidade Crítica e foi para um leito da Unidade Semicrítica no mesmo hospital. Ele está de alta médica desde terça-feira (31) e aguardou até esta quarta-feira (1º) o transporte de ambulância para a residência dele. Paulo ficará em quarentena domiciliar até a entrega dos resultados dos exames.