Um programa realizado no Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), em Goiânia, desde 2005 para impedir novos casos de HIV/Aids voltou a ser paralisado este mês deixando aflitas pelo menos 28 mães soropositivas. Desde o início de fevereiro elas não recebem a fórmula infantil prevista no programa Prevenir para a Vida criado para reduzir ou impedir casos d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários