Mesmo com metade da extensão do BRT Norte-Sul em Goiânia e com estruturas menos complexas, as obras do Corredor T-7 na capital já são as mais atrasadas dentre os projetos para a mobilidade urbana. Já são 6 anos e 2 meses desde que elas foram iniciadas, cerca de 30 dias antes do BRT, e a previsão é que o corredor preferencial seja entregue cerca de 6 meses depois do exclu...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários