Dois dias depois do corpo de um homem ser desenterrado do quintal da casa onde morava, no Parque Tremendão, em Goiânia, a datiloscopista Gisele Peres Bonachela, do Instituto Médico Legal (IML), conseguiu confirmar a identidade da vítima. Mesmo depois de mais de um ano decorrido da morte, com técnicas de tratamento da pele foi possível comparar a digital do aos reg...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários