O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), sinalizou na manhã desta quinta-feira (14) que pode desistir do novo decreto para restringir as atividades sociais e econômicas como medida para conter o avanço do novo coronavírus (Sars-CoV-2). "Decreto para quê, se as pessoas não vão seguir?", questionou durante entrevista à Rádio CBN.  O anúncio de um novo dec...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários