Goiás observa uma aceleração no número de vítimas do novo coronavírus (Sars-Cov-2). Somente em julho, o Estado registrou mais de mil mortes, um crescimento de 217% no total de óbitos mesmo com decreto estadual que determinou o fechamento de atividades não essenciais por 14 dias, sendo intercalado com igual período posterior de funcionamento. No dia 1º de julho, o Esta...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários