Um mês após a flexibilização do decreto estadual, que restringia até então o funcionamento apenas a empresas essenciais em Goiás, Goiânia observou o número de casos subir exponencialmente e a curva epidêmica do novo coronavírus (Sars-CoV-2) ficar cada vez mais íngreme. A quantidade de pessoas infectadas passou de 236 casos para 1.066, segundo o boletim epidemiológico divulg...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários