A Controladoria Geral do Estado (CGE) concluiu um segundo relatório apontando novas irregularidades no uso dos recursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), desta vez apontando a concentração dos valores repassados em 2018 nas mãos de poucos bolsistas, entre eles o então reitor Haroldo Reimer....

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários