O Grupo Sion - que tem sede na Bolívia e inaugura filial em Goiânia nesse final de semana -confirma que os 150 bolivianos que foram abordados em barreira da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na quinta-feira (14) estão na Capital a convite da empresa. Segundo nota encaminhada pelo grupo, a presença dos estrangeiros não tem qualquer relação com manifestações políticas. ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários