“Antes de qualquer coisa, o que o consumidor deve fazer é verificar o que diz o contrato. Tem de observar atentamente se as cláusulas são favoráveis a ele ou à construtora”, afirma o presidente do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa do Consumidor (Ibedec), Wilson Rascovit. Ele enumera as situações de distratos mais corriqueiras. Quando é a empresa em mora, no atr...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários