O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Divino Alves, foi ameaçado nas redes sociais depois que uma publicação falsa atribuiu a ele a agressão ao estudante universitário Mateus Ferreira da Silva, de 33 anos, durante a manifestação em Goiânia da greve geral contra as reformas da Previdência Social e trabalhista, na sexta-feira. O estudante foi agredido com um golpe de...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários