Goiânia está perto de 1,5 mil mortes causadas pelo coronavírus (Sars-CoV-2). Nas últimas 24 horas a capital registrou mais 35 óbitos e o total, até esta quarta-feira (7) é de 1.489. O boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostra que 884 das vítimas são do sexo masculino e 605, do sexo feminino. A cardiopatia é a comorbidade mais registrada e os idosos continuam sendo as principais vítimas.

A SMS também informou que o total de testes positivos em Goiânia é de 60.884, com 869 novos registros inseridos nas plataformas de contagem entre terça e quarta. Destes, 57.613 já estão recuperados da infecção pelo vírus e outros 407 continuam internados em tratamento contra a doença. A capital ainda tem 1.375 pessoas que são monitoradas depois de terem confirmado a infecção, mas não apresentam sintomas graves.

Entre o total de infectados, 56.754 pessoas não precisaram de internação para se recuperarem da doença. Diferente de outros 4.130, que tiveram que passar algum tempo em unidades de saúde para receberem atendimento. Do total de internados, 1.821 receberam cuidados intensivos em leitos de UTI. Ao todo, 53% das internações foram em leitos da rede pública e 47% na rede privada.