Goiás já vive uma situação de alerta em decorrência de baixos índices de umidade relativa do ar, que segundo a Organização Mundial de Saúde varia de 12% a 20%. Este ano, o menor índice registrado foi de 13%, no dia 4 deste mês, no município de São Simão, no sul do Estado, mas a previsão para as próximas semanas não é nada animadora. Historicamente os ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários