Cinco pessoas foram denunciadas, nesta quinta-feira (9), pelo promotor de Justiça Vilanir de Alencar Camapum Júnior, do Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO), pelo homicídio culposo do estudante Lucas Silva Mariano, morto em 24 de junho de 2017. O jovem veio a óbito quando participava de uma aula na Escola de Veterinária da Universidade Federal de Goiás (UFG), no Câmpus Samambaia, em Goiânia. A vítima foi prensada acidentalmente pelas engrenagens de um misturador de ração, no ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários