A Polícia Civil, órgão que conduz a investigação sobre a morte de João Alberto Freitas, de 40 anos, espancado no Carrefour, em Porto Alegre, é chefiada por uma mulher pela primeira vez em seus 179 anos de história. Nadine Anflor, 44, é a primeira delegada-chefe da instituição desde sua criação, em 1841, quando o Brasil ainda era um Império. Ela assumiu o posto no iní...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários