Há 1 ano e 11 meses, em março de 2017, o governo estadual anunciou que a venda Companhia Energética de Goiás (Celg) resultaria em um investimento de R$ 200 milhões na Saúde. O valor seria distribuído na construção e conclusão de pelo menos seis hospitais. Entre as obras prioritárias estavam três unidades que compõem a rede dos Hospitais de Urgências do Estado: Hugo 7 ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários