O primeiro dos laudos emitidos pelo Instituto Médico Legal (IML) acerca da morte da estudante de Arquitetura Susy Nogueira Cavalcante, ocorrida em maio deste ano, aponta que a causa foi uma embolia pulmonar ocorrida enquanto ela esteve internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Goiânia Leste, no Setor Leste Universitário, em Goiânia. Nesta quarta-feira (...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários