Atualizada às 14 horas O policial militar Gevane Cardoso da Silva, acusado de matar o bacharel em direito Pedro Henrique Queiroz, em setembro de 2008, poderá ser julgado por crime homicídio doloso, quando não há intenção de matar. O caso foi a júri popular nesta quinta-feira (13) mas os jurados entenderam que o homídio foi culposo e, desta forma, apenas o magi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários