O crime que resultou na morte da pequena Júlia Martins Rodrigues de Barros, de 4 anos, com um tiro na cabeça, no último sábado (29), no Conjunto Vera Cruz II, em Goiânia foi ordenado por um preso que cumpre pena na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Conhecido como Boca de Lata, o detento Ronny Everthy Ferreira Borges, de 33, ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários