A prisão esta semana em Anápolis, região central de Goiás, do médico, ginecologista e obstetra Nicodemos Júnior Morais, de 41 anos, acusado por dezenas de mulheres de prática de abuso sexual, traz à tona outros episódios semelhantes que envolvem profissionais que abraçaram a carreira médica. Desde o caso mais notório, em 2010, envolvendo Roger Abdelmassih, então um festej...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários