Goianienses se mobilizaram e foram às ruas protestar na manhã deste sábado (21) contra a morte de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos. O homem negro foi espancado até a morte numa filial da rede de supermercados Carrefour em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite da última quinta-feira, na véspera do Dia da Consciência Negra. Os manifestantes circularam pelas ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários