Depois de quase dois anos e dois meses na prisão, o carpinteiro Varley Ramos Costa, de 54 anos, foi colocado em liberdade na tarde desta terça-feira (6). Na segunda-feira (5) ele foi absolvido da acusação de encomendar a morte do vigilante Luciano Carvalho Couto, assassinado em 15 de dezembro de 2005, aos 31 anos. “Eu pedia a Deus todos os dias, pedia e orava a Deu...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários