Acusado de agredir o estudante Mateus Ferreira da Silva durante um protesto em Goiânia, no último mês de abril, o capitão da Polícia Militar Augusto Sampaio de Oliveira Neto disse durante audiência na Justiça Militar, nesta quarta-feira (19), que foi ameaçado de morte. Presidida pelo juiz Gustavo Assis, a audiência de qualificação começou por volta das 14h15 e d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários