A Justiça do Trabalho reverteu a demissão por justa causa de uma funcionária que pegou R$ 1,50 do caixa em um empório da cidade de Caldas Novas para comprar lanche. O colegiado entendeu que a penalidade máxima aplicada pela empresa foi desproporcional ao ato da funcionária, que retirou do local uma quantia considerada ínfima. A Primeira Turma do TRT manteve, portanto, a...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários