Há mais de nove meses, os cinco trechos rodoviários federais em Goiás que estão sendo administrados por empresas concessionárias estão sem fiscalização eletrônica. Em junho do ano passado, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) expediu, pela Coordenação Geral de Operações Rodoviárias, uma “ordem de encerramento da operação de equipamentos de fiscalização...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários