Até agora o que é conhecido para o público leigo na relação cavidade oral e coronavírus (Sars-CoV-2) diz respeito à falta de paladar, queixa recorrente entre pessoas que testaram positivo para Covid-19. Uma pesquisa inédita em andamento, numa parceria entre Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Goiás (UFG) e Hospital de Campanha para Enfrentamento ao Coronavírus ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários