A rua inteira colorida, contrastando com o cinza do céu de Goiânia, aos gritos de “respeita as minas”, palavras de ordem e protestos não deixavam dúvidas: havíamos chegado à concentração do Bloco Não É Não, que saiu na tarde desta terça-feira (5), em Goiânia. Organizado por mulheres e movido pela vontade de conscientizar a população sobre a cultura do assédio que vit...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários