Tranquilo, olhos atentos, o pequeno T., prestes a completar quatro meses, parece fazer um exercício de reconhecimento do ambiente que a partir de agora será o seu lar. Saudável e sorridente, é difícil imaginar que no dia 24 de maio ele esteve no centro de uma ocorrência policial em Goiânia que durou dez horas. Abandonado pela mãe logo após o parto na Maternidade Nascer Cidadão,...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários