A Polícia Civil indiciou 13 servidores do sistema socioeducativo de Goiás pelo homicídio culposo - quando não há intenção de matar - de dez adolescentes. Eles morreram após incêndio dentro de um alojamento do Centro de Internação Provisória (CIP) no 7º Batalhão da Polícia Militar no dia 25 de maio. Além da demora para começar a combater o fogo depois de percebê-lo, com...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários