No último sábado (1º), em meio a uma tarde de atos por todo o Brasil em favor do presidente Jair Bolsonaro, dois manifestantes utilizaram roupas semelhantes às da tradicional Procissão do Fogaréu para pedir que Deus ‘perdoe os torturadores’ da ditadura, na cidade de Goiás, interior do Estado. Aderson Liberato Gouvea, prefeito da cidade, lamentou o caso: “Os atos extrapolaram a...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários