O POPULAR entrou em contato com a Sama/Eternit para saber se a mineradora tinha conhecimento da tese do antropólogo, mas não houve manifestação a respeito. A Sama informou apenas que seu setor de saúde não possui registros de trabalhadores que ingressaram na empresa a partir de 1980 tenha ficado doente em decorrência direta do trabalho com o amianto na mina de Cana Brava....

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários